quinta-feira, 18 de julho de 2013

Jesus, o judeu




A questão da judaicidade de Jesus ainda não foi bem percebida pela teologia dogmática cristã. O fato de Jesus ter sido judeu e não cristão é uma verdade que incomoda os pensadores cristãos. Jesus deu total adesão à Lei judaica, inclusive a lei cultual.(Mc 1.44; Mt 8,64; Lc 5.14). Após curar um leproso, ele lhe ordenou que se apresentasse ao sacerdote para ser examinado e, quando declarado "purificado", fizesse os ritos de sacrifícios prescritos em levíticos 14.1-7. Ao sacerdote era dado o monopólio do tratamento da lepra, inclusive, fato confirmado nos Manuscritos do Mar Morto.

O máximo que os teólogos cristãos pensaram, foi que Jesus era judeu antes de morrer; depois que ressuscitou, ressuscitou cristão...uma tese que convenhamos, é ridícula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário