domingo, 12 de março de 2017

O REINO

Por Guiomar Barba.
(Do Facebook em 12.03.2017)

O meu Reino não é daqui deste mundo apodrecido.
No meu reino não existem sucessores, nem urnas.
Todos, sem disputas, serão reis e sacerdotes.
Haverá uma única comunidade, a dos santos.

Não existirá os gases da inveja, da cobiça.
Os escolhidos são os refugos deste reino terreno.
Pobres, desprezados, mas que foram ricos em fé,
Estes, não usaram o amor de Deus como máscara.

A justiça sofredora não morrerá com os humildes,
Mas resplandecerá através de linho puríssimo
Que não representa luxo, mas as boas obras
Daqueles que imitaram o caminhar de Jesus.

O meu Reino não surgiu de riquezas corruptas
Mas do amor que crucificou sua glória, seu poder.
Que se entregou a um espetáculo inaudito,
Ao tosquio com gosto de sangue e de fel.

No meu Reino estarão os que morreram comigo,
Ressuscitando em Mim para as boas obras.
E aqueles que conduziram muitos à justiça
Reinarão comigo, no Reino do nosso Pai.